A desqualificação da Democracia

O secretário de relações internacionais do Partido dos Trabalhadores, Valter Pomar, em artigo publicado hoje no GLOBO tenta, em vários trechos, “qualificar” a democracia.

Prega, por duas vezes pelo menos, uma conduta “democrático-popular” por parte do PT, como se isso fosse uma bandeira ainda defensável, depois da derrocada internacional do socialismo “real” praticado em Estados que se auto declaravam, precisamente, democracias populares.

Ao contrário do que sugere Pomar, no título de seu artigo ( “O que a esquerda deseja de Lula”) , a esquerda não quer, de modo algum, que Lula transforme o nosso país numa democracia popular, nem que ele afaste o Brasil da “normalidade” (expressão que, ao colocar entre aspas, o autor parece querer empregar de forma depreciativa ) político-jurídica.

Ao tentar qualificar a democracia o articulista, na verdade, pretende desqualificá-la, o que é lamentável, ainda mais partindo de um ocupante de cargo importante no PT.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.