ISOLAMENTO CADA VEZ MAIOR

O senador democrata americano, Edward Kennedy, disse aos jornalistas que a retirada de parte dos soldados ingleses do Iraque é um sinal de que até Blair estaria se afastando de Bush, fato que uma nota da agência Reuters, assinada por Adrian Croft, confirma, ao transcrever as seguintes declarações do primeiro ministro britânico prestadas em entrevista à BBC:

“Não existe, até onde sei, nenhum plano para realizar um ataque ao Irã e as pessoas estão atrás de uma solução diplomática e política por um motivo muito bom…essa é a única solução que qualquer um pode pensar como viável e sensata”.

O apoio de Blair a Bush – no caso da fracassada invasão do Iraque – era citado, até algum tempo atrás, por cidadãos americanos responsáveis, como uma prova da seriedade da política da Casa Branca. Esse apoio, porém, como se vê claramente das declarações de Blair, não existe mais, quando se trata do Irã. Bush, enfim, está ficando cada vez mais sozinho no exercício da sua “presidência de guerra”.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.