OS RISCOS DA IRRACIONALIDADE

A dúvida atual sobre as causas do acidente da TAM é se o erro na posição da manete foi causado pelo piloto ou pelo equipamento.

Amigos meus, contudo,não obstante os novos rumos da investigação, continuam absolutamente convencidos, como estiveram desde o início, de que o culpado de tudo é o presidente Lula.

O risco dessa irracionalidade são os danos que qualquer perda coletiva de razão costuma causar.


4 comentárioss até agora

  1. Flavio agosto 3, 2007 6:54 pm

    O correto é dividir a questão em duas partes, o acidente em si e a crise aérea. O acidente da TAM é resultado provável de um ou mais erros no pouso maximizado pela pista curta de Congonhas. A crise aérea é resultado da ineficiência do estado de prover infra-estrutura para acompanhar o desenvolvimento do país. A crise aérea, com certeza, é responsabilidade do governo e afeta a classe média que, motivada pelo evento emocional do acidente, está manifestando a sua insatisfação com o governo. Para quem voa com alguma frequência nos últimos anos fica clara a incapacidade do governo em organizar o setor. Assim, a manifestação das pessoas não é só fruto de preconceito com a esquerda, mas resultado da incapacidade do governo em apresentar soluções para a infra-estrutura aérea. A favor do Lula está o fato que a crise não começou em 2003. Contra ele que isto não é justificativa para incompetência e falta de planejamento com que o setor tem sido tratado. Ó presidente tem responsabilidade no assunto.

  2. letacio agosto 6, 2007 1:22 am

    Obrigado pelo comentario. Toda critica racional e benvinda. O problema e a irracionalidade. No caso concreto a responsabilidade e da organizacao estatal mais do que do governo.

  3. roddrigo valadão agosto 13, 2007 11:11 pm

    caro letácio;

    um dia desses, recebi um e-mail, contendo a carta aberta de um pai de uma das vítimas do acidente em são paulo e uma resposta, de um senhor que não se identifica, mas muito bem articulada. vale a pena conferir.

    abraços valadão

    CARTA ABERTA
    Tributo a uma princesa morta
    Mariana foi condenada à morte. Condenada e executada sem chance de qualquer defesa. Seu crime? Ela teve a audácia de desafiar a incompetência, imprevidência, irresponsabilidade e descaso das nossas autoridades dirigentes, dos órgãos (ir)responsáveis, de um presidente da República tíbio e oscilante na resolução de um problema que todo cidadão medianamente informado tem como resolver.
    Mariana comprou uma passagem aérea no vôo 3054 da TAM. Comprou assim a sua pena capital. Voou até Porto Alegre para uma entrevista com a finalidade de assumir um emprego numa ONG internacional, cujo objetivo é
    a defesa dos direitos humanos no planeta. Mariana era advogada, especialista em direito internacional na área de meio ambiente e intransigente na defesa da água como direito da humanidade. Tinha um currículo invejável e era respeitada internacionalmente em vários países onde proferiu conferências, publicou trabalhos e participou dos grandes
    colóquios sobre o assunto.
    Não voltou para casa. Foi executada criminosamente junto com aproximadamente 180 pessoas ao embarcar em um avião que previamente se sabia ser portador de um defeito mecânico. A pergunta que sempre fica nessas circunstancias é: DE QUEM É A CULPA? Infraero, Anac, Cindacta, Decea, FAB, ministros, presidente Lula, companhias aéreas? Essas são algumas das entidades (ir)responsáveis pela aviação civil no país.
    Onde estão as autoridades dirigentes que, há nove meses, desde o acidente aéreo com o avião da Gol, vêm assistindo à crises sucessivas no setor aéreo, constituindo-se no caos administrativo, cujo resultado são os péssimos serviços oferecidos àqueles que por ventura necessitam utilizá-los? Fruto do progresso, do desenvolvimento, ministro Mantega?
    Relaxar e gozar ou, mais apropriadamente, relaxar e morrer, sexóloga Marta Suplicy? Bem, não é culpa do governo e, sim, da companhia aérea.
    Que se fo…, não é ministro Marco Aurélio Garcia? E o que acha disso tudo o presidente Lula?
    A sociedade brasileira precisa dar um basta a esta situação. Somente nosso grito pode acordar os torporosos dirigentes. Não há comando. Estamos ao sabor da procela. Quero neste momento de dor me solidarizar com os familiares das vítimas desta catástrofe. Unidos, nosso grito de dor e de revolta será mais forte.
    A minha princesa Mariana, estou certo de que encontrou a paz.
    Condenaram-na à morte e a executaram. A linda pessoa que era, cheia de vida e projetos, devolveram-me sob a forma de um pedaço de carvão.
    Que a morte dela não tenha sido em vão. Suscito a todos que lerem este texto que lutem e mostrem sua indignação com os fatos ocorridos, para que outras pessoas não paguem com suas vidas pelo descaso e o desrespeito
    das autoridades.
    Adeus, minha princesa. Deus está contigo. Nós te amamos.
    LUIZ CARLOS SELL é pai de Mariana Suzuki Sell, passageira do vôo TAM JJ 3054.

    Querida Amiga, Irmã e Vereadora Magaly,
    A dor de uma perda é irreparável. Sempre.
    Não se pode confundir irresponsabilidade com sabotagem.
    O que as companhias aéreas estão fazendo é crime associado à sabotagem.
    Por quê ?
    Porque o capitalismo é e será sempre selvagem. Não se mede a evolução de um povo por quanto se distribui em renda para os pobres ( comer duas vezes por dia ) mas se mede pelo número de IPods, DVDs, Home Theatre, Freezer, Forno de Microondas, Geladeiras etc.
    O que a mídia tem feito em relação ao que acontece e ao que aconteceu com o Legacy e ao JJ 3054 da TAM, é instalar um processo de guilhotina, para um governo eleito democraticamente e que de uma hora para outra tem que se responsabilizar por tudo que outros não fizeram, e por estar fazendo o país crescer acima das expectativas da calhorda mídia, começa a impor aos que desejam consumir as delícias da classe dominante impedâncias incontáveis.
    Vejamos, a empregada de um amigo aqui da Usina, mora no Ceará, ela financiou uma passagem em 12 vezes e foi para o Crato. Vc consegue imaginar uma empregada doméstica financiando uma passagem de avião quando ela fez esta viagem nos últimos 20 anos de Buzum, levando 4 dias pra ir e 4 prá voltar?
    O que aconteceu foi que a Varig desviou bilhões de Reais através da Fundação Rubem Berta e pagando 50 mil Reais para o filho do FHC, Paulo Henrique que era seu conselheiro administrativo, impediu a empresa de atender à demanda que se apresentou depois de 2003. Com isto desejou que mais uma ( I ) responsabilidade fosse passada para o Governo Federal, ou seja salvar um buraco sem fundo que era a Varig, via aFundação Ruben Berta. Não foi feito e ela faliu.. Segundo Ato, as calhordas co-irmãs da aviação civil, aumentaram as passagens e reduziram o número de vôos.
    De 2001 para 2006 o número de passageiros aumentou em 60 % e o número de aeronaves caiu em 20 %, pode-se imaginar o que está acontecendo com as manutenções preventivas e corretivas das aeronaves ( este tipo de manutenção também é executada aqui nas Usinas Nucleares, pois são obrigatórias, atendendo às exigências de Órgãos internacionais).
    O que me estarrece é não ver a mídia se preocupar nos últimos anos com a morte de 2 milhões de crianças com menos de 5 anos no Brasil ( morreram de fome ), mas desejam derrubar um governo porque a TAM não modificou o manual da aeronave que deveria manter a manete puxada quando da aterrissagem….
    Por que será que quando uma criança morre de fome a Burguesada não vai para a rua e faz passeata ?
    Por que é que quando cai um metrô em São Paulo e morre um trocador de ônibus um porteiro e um namorado de uma garçonete ninguém da Burguesada foi dizer que o Prefeito de São Paulo era um irresponsável, que o Governador tinha mandado esconder o Laudo do IPT etc…
    Minha querida Irmã e Companheira.
    Perder alguém nunca é bom, perder por causa da irresponsabilidade de um ato voluntário pior ainda…. mas daí querer colocar todas agruras de uma classe que não se realizou num governo… ai é dose… e não me comove se eu puder comparar com os milhões de famintos que morreram nos últimos anos, por causa da irresponsabilidade de uma classe de político que está instalada no País há mais de 500 anos….
    Perdoe-me a acidez…. mas ta difícil aturar esta mídia.
    Nino

  4. letacio agosto 14, 2007 2:26 am

    Obrigado pelo comentario.

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.