RECAÍDA UDENISTA

O jornal Estado de São Paulo dedicou dez páginas de sua edição de hoje para cobrir o “escândalo Renan”, ele próprio desencadeado, há cerca de 4 meses, por uma reportagem publicada na Revista Veja, reforçada por outra produzida ( após a pífia defesa do Senador ) pela TV GLOBO.

Campanhas udenistas semelhantes foram levadas a cabo contra vários políticos brasileiros, como, por exemplo, os ex-presidentes Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek – de quem o jornalista Carlos Lacerda disse, certa feita, que devia tirado do governo “a tapa” – e Jango Goulart, que acabou deposto por um golpe militar.

Esse espírito está revivendo: as pessoas são outras, mas a histeria irracional é muito parecida.

Os resultados, contudo, dessa conduta política, sempre foram desastrosos no Brasil. Disso é que a nossa opinião pública não deveria esquecer-se.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.