LINGUAGEM PRECONCEITUOSA

A começar pelo título – em que o autor usa a expressão já condenada ( inclusive pelo primeiro ministro britânico Gordon Brown ) “guerra ao terror”- o artigo de hoje do historiador inglês Timothy Garton Ash no Estadão é uma pérola em matéria de preconceito.

Ele vai mais longe do que Samuel Huntington, criador da noção hoje muito criticada de “choque de civilizações”, e formula um nov (pre) conceito, muito mais radical, de “choque entre civilização ( a dele, naturalmente ) e descivilização” ( a dos islâmicos, por certo ) .

No final do texto Garton Ash engloba num mesmo saco “imperialismo, fascismo e comunismo”, igualando-os, por sua vez, a “terrorismo”, para afirmar que o continente europeu poderá livrar-se dessas pragas, “ se formos calmos, atentos e resolutos.”

A única concordância possível, portanto, com o artigo desse historiador inglês é quando ele sugere que as pessoas se mantenham calmas, coisa, aliás, que ele não conseguiu na elaboração do seu texto faccioso.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.