VALOR E RIQUEZA

Ao afirmar, no texto imediatamente anterior, que emitir peças monetárias não significa, por si só, produzir riqueza, repeti uma proposição, ainda hoje muito divulgada, formulada, originalmente, por Adam Smith ( 1723-1790 ), quando ele diz “ seria ridículo tentar provar seriamente que a riqueza não consiste no dinheiro, nem no ouro, nem na prata, mas naquilo que o dinheiro compra, e é valioso apenas por comprar” (“It would be too ridiculous to go seriously to prove that wealth does not consist in money or in gold and silver, but in what money purchases, and is valuable only for purchasing )

O grande economista,porém, incidiu no mesmo engano “ridículo” que acabara de criticar, ao não distinguir entre moeda e peça monetária ( denominando ambos de “money” ) e ao passar, em seguida, do plano normativo para o plano da realidade, para sugerir que a riqueza (plano da realidade ) é o valor ( plano normativo ) .

Com efeito, se lermos com atenção o texto acima transcrito, extraído do livro “Riqueza das Nações” ( de 1776 ) constatamos que, na primeira frase, Adam Smith, emprega a palavra dinheiro ( money ) para significar peça monetária e, na segunda, no sentido de moeda. Mais tarde ele promove uma assemelhação (ainda que implícita) de peça monetária com valor; e, pouco adiante, na última frase, identifica valor com dinheiro e com poder de compra, e, conseqüentemente, de valor com riqueza, em contradição com o que ele afirmara inicialmente ao dizer que a riqueza não consiste em dinheiro.

O que o levou Adam Smith a cometer esse equívoco foi, por certo, a sua convicção de que o dinheiro “teria” poder aquisitivo.

A razão de a riqueza e o valor não se confundirem não decorre, contudo, do fato de o dinheiro, supostamente, “ter valor de troca” ( e, conseqüentemente, segundo Smith, poder aquisitivo ) , mas da circunstância de o valor encontrar-se no plano normativo e a riqueza no plano da realidade, situando-se ambos em planos diferentes.

( Teoria Monetária XVI )


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.