BENAZIR BHUTTO

O jornalista inglês Robert Fisk, colunista do jornal “Independent” afirma, em sua coluna, que a culpa pela morte da ex-primeira ministra paquistanesa não é da al-Qaeda, mas de Perez Musharraf.

O governo paquistanês continua alegando que o assassinato da lider política de seu país foi obra dos terroristas que negam, contudo, seu envolvimento, dizendo, inclusive, que não matam mulheres.

Ao lado disso, o governo paquistanês afirma que Benazir não morreu do tiro que recebeu, mas da queda que sofreu ao desmaiar em decorrência da explosão do homem bomba que estava próximo ao seu carro, o que é desmentido por uma funcionária que examinou o cadáver, constantando a existência de marca de um tiro na testa.

Essas manifestações contraditórias parecem típicas mensagens de Informação e de Contra Informação.

Como o poder no Paquistão é compartilhado pelo exército e pelo ISI ( Serviço Secreto ) é fácil entender o que está se passando por lá, e perceber porque o jornalista Fisk tem razão, ao dizer que foi o próprio Musharraf e seu grupo que estão por trás da ex-primeira ministra temerosos de perder o poder porque ela estava prestes a ser eleita presidente nas próximas eleições do país que, a esta altura, deverão ser adiadas mais uma vez.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.