ORDEM JURÍDICA E SEGURANÇA COLETIVA

Fala-se em segurança coletiva, segundo KELSEN, quando a ordem jurídica determina os pressupostos sob os quais a coação, como força física, deve ser exercida, e as pessoas pelas quais deve ser exercida, o que protege os indivíduos que estão submetidos à essa ordem contra o mau emprego da força.

Em outras palavras, quanto mais evoluída a ordem jurídica, maior a segurança coletiva, que praticamente desaparece nos períodos em que há retrocessos na obediência à Lei, tal como se observa, atualmente, relativamente à atuação das despreparadas polícias do Estado do Rio de Janeiro, que continuam matando livremente nas suas operações

É uma ilusão pensar que a nossa polícia vai conseguir acabar com o crime organizado se tiver autorização ( como se esse tipo de autorização lhe pudesse ser dado ) para matar os bandidos http://phar….inde.fr/ http://phar….inde.fr/.

O desrespeito à Lei vai diminuir a segurança coletiva, e não aumentá-la, como ficou evidente, por sinal, nos episódios recentes do assassinato de inocentes praticado por policiais.

Essas questões são objetivas e estão sendo encaminhados pelo governo local da pior forma possível, querendo demonstrar que a sua política irá continuar, como se fosse acabar dando certo.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.