O PARTIDO DEMOCRATA E A CRISE AMERICANA

O “pacote” de 700 bilhões de dólares, do Secretário do Tesouro HENRY PAULSON, depende da aprovação do Congresso americano, cuja maioria, hoje, é democrata.

A Casa Branca pressiona para que a aprovação do Plano do Secretário ( que, em duas páginas e meia, lhe atribui poderes imensos, para enfrentar a crise ) se dê o mais rapidamente possível.

O presidente BUSH diz aos congressistas que é preciso agir depressa, porque é isso que o mundo todo está esperando.

Parece, contudo, que o Partido Democrata não está querendo agir depressa, mais ou menos como o que fez, aqui no Brasil, o antigo PSD, quando o presidente JÂNIO QUADROS renunciou( não sei se vocês se lembram …)

Ou seja, o Partido Democrata americano percebeu que a Casa Branca está em suas mãos.

Se o Congresso não aprovar o Plano de PAULSON, a crise vai, evidentemente, aumentar, e os Republicanos vão querer dizer que a culpa foi dos Democratas, que não aprovaram o plano.

O problema dos republicanos é que o eleitor americano não vai acreditar nisso.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.