É PRECISO HUMANIZAR A CRISE

A mídia está tratando da atual crise monetária internacional como se estivessem em jogo o interesse de pessoas jurídicas: das empresas, dos bancos, dos Estados nacionais, das organizações internacionais, e assim sucessivamente.

A crise, porém, atinge as pessoas físicas – como você e eu, nossas famílias, nossos amigos – e não as pessoas jurídicas ( que são abstrações ) sendo indispensável, portanto, uma cobertura jornalística que humanize a descrição dos seus desdobramentos, até para melhor os entendermos.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.