O CÂMBIO FLUTUANTE

O problema do câmbio flutuante – como de tudo que, monetariamente, parece flutuar – é saber em torno do quê se dá essa flutuação.

Dizem que o câmbio flutua ao redor de uma cesta de moedas: em torno do quê, então, essa cesta de moedas flutua ?

Acredito, como ARTHUR NUSSBAUM, que para que toda e qualquer flutuação monetária ocorra ela deve ter como pano de fundo o princípio nominalista. Do que pode resultar a necessidade atual de o Brasil – embora as autoridades neguem isso enfaticamente – alterar o seu regime de câmbio flutuante, como parece sugerir, por sinal, o professor LUIZ GONZAGA BELLUZZO, na sua entrevista de hoje ao Estadão.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.