A LEI DO PASSARINHO

Durante anos muitos brasileiros inspiraram-se na Lei de Gérson, procurando levar vantagem em tudo, e levaram. Certo ?

Outros seguiram, sem estardalhaço, a Lei de Passarinho – “às favas com os escrúpulos” – e se deram ainda melhor.

Acho que, com a democracia, essas leis acabarão se tornando, naturalmente, menos eficazes no Brasil, ainda que não percam inteiramente a sua vigência social.

É preciso, porém, que os seguidores dessas leis não sejam tratados como pessoas respeitáveis.

Especialmente os seus inspiradores; e mais especialmente ainda se tiverem sido homens públicos.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.