DIÁLOGO DIRETO EUA-IRÃ

A nova embaixadora dos EUA na ONU, SUSAN RICE, segundo os jornais, declarou ontem que o governo americano proporá uma “diplomacia direta” com o Irã, o que é uma excelente notícia.

A política anterior de isolamento diplomático do Irã, além de ter resultados práticos ineficientes, era uma preliminar para a guerra que os belicosos dirigentes do Estado de Israel, há tempos, queriam desencadear, e na qual os Estados Unidos evidentemente se engajariam, provocando um morticínio brutal.

Na medida em que o Irã tiver a garantia de que não será atacado militarmente ele poderá administrar melhor o seu programa nuclear retardando, ao máximo, a temida transformação da sua declarada intenção pacífica em guerreira.

Contido o Irã, através do diálogo, os EUA, na qualidade de maior potência militar mundial, precisam, em seguida,  liderar os entendimentos para regular a questão nuclear internacional, impedindo que se alastre a criação de novos Estados com a bomba atômica, disciplinando os atuais.

Há muita coisa, ainda, a fazer, para que o mundo possa viver em paz !


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.