POR QUE TANTA PEDOFILIA NA IGREJA ?

O problema não é, apenas, por que há casos individuais de pedofilia na Igreja, mas o motivo pelo qual há tantos casos de pedofilia na Igreja: que consiste, obviamente, na imposição do celibato ao clero.

Diante das informações de que o Papa Bento XVI, na sua época de cardeal, não divulgava – ou, pelo menos, não divulgava todas – as notícias de pedofilia que chegavam ao seu conhecimento, diz o Vaticano que “não se lava roupa suja em público”, no que ele não deixa de ter alguma razão, pois está sendo péssimo para a imagem da Igreja Católica a discussão sobre esse tema pela mídia.

De que adiantará, porém, tornar públicas, doravante,  as denúncias, e as confissões, de pedofilia ? Será que os padres e bispos, com medo, vão recuar de seus eventuais propósitos pedófilos ou, pelo contrário, vão ver nisso um fator a mais de excitação sexual ?

Enquanto não acabar o celibato do clero, a imensa pedofilia na Igreja católica vai continuar, porque ela tem uma causa clara, concreta e insofismável: os sacerdotes são tentados a molestar as crianças sob a sua guarda porque não podem desenvolver, naturalmente, a sua sexualidade.

Há uma cadeia de fatos que precisa ser desmontada com a maior das maiores urgências:

a – reduzir ao mínimo os casos de pedofilia na Igreja;

b – o que não será possível se a Igreja não acabar com o celibato;

c – o que também não será possível se a Igreja não passar a enfrentar de outro modo a questão da sexualidade humana.


1 comentário até agora

  1. jose adelmar dezembro 17, 2011 12:21 am

    na minha opinião o principal motivo dos casos que não são poucos de pedofilia no catolicismo é justamente o celibato, pois o ser humano foi criado com instintos como fome sede e tambem sexo ,portanto eu creio que proibindo um ser humano de ser humano acontece isto que estamos vendo na midia ,a luxuria chega a tal ponto que cega o entendimento e a vontade de agradar a Deus.

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.