O PODER JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A CORREÇÃO MONETÁRIA

Se o Direito é o que os juízes dizem que é o Direito então a correção monetária, no Brasil, é um poderoso instituto do nosso Direito – a despeito de ser inconstitucional, na medida em que consagra uma unidade monetária ( o indexador ) como uma norma superior hieraquicamente à moeda nacional, que é o fundamento último de todos os valores monetários.

Mas chegará um dia em que os juízes acabarão percebendo que estão fazendo o Poder Judiciário pagar muito caro por adotar, acriticamente, essa ideologia, que prolonga indefinidamente as execuções, que ajuda a criar monumentais “esqueletos no armário” e que aumenta o número de processos em  curso nos Tribunais e, com tudo isso –  fugindo à uma tradição nominalista secular, desmoralizam-se perante a população.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.