É PRECISO UMA DISCUSSÃO INTERNA NO GOVERNO SOBRE A INDEXAÇÃO

Os ministros do governo DILMA têm errado, a meu ver, ao dar declarações que tentam, sem resultado, acalmar a opinião pública.

No caso do apagão do nordeste o ministro LOBÃO informou, de forma insossa, que o Brasil tem o mais moderno sistema elétrico do mundo ( o que, se for verdade, não impediu o apagão ).

Agora, com a subida da inflação, o ministro MANTEGA afirma que ela é transitória e, dentro em pouco, voltará ao centro da meta.

A imprensa, contudo – que parece estar encontrando o seu papel – cobra medidas e providências: uma delas, no tocante à inflação, uma discussão interna no governo sobre a responsabilidade da indexação nesse processo.

A conclusão do  editorial econômico do Estadão de hoje, intitulado “ A inflação gregoriana é agravada pela indexação”,é que

“ ao governo caberia promover um debate interno sobre até que ponto a indexação, comum em nossa economia, alimenta a inflação.

Mas é uma sugestão ainda tímida. Na verdade, o novo governo já devia ter estar com essa discussão engatilhada, mesmo porque o ministro da Fazenda continuou o mesmo.É uma pena que o governo federal não tenha conseguido, até agora, discutir esse assunto, como se os seus órgãos monetários e financeiros fossem estanques.

Não é só o governo, porém,  que deve debater o tema:  as universidades também devem estar presente às discussões, assim como os juristas do governo e do Banco Central e, se possível, um representante lúcido do Poder Judiciário.

Não acredito, contudo, que o ministro MANTEGA tenha estofo para liderar esse debate.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.