SAÍDA POLÍTICA PARA A CRISE DA LÍBIA

No caso da Tunísia e do Egito a força política das transformações surgiu da mobilização da população, que protestava na rua contra governos autocráticos e, pacificamente, pregava a democracia.

No caso da Líbia a situação parece ser outra, com o uso da força pelo governo e o aparecimento de rebeldes armados que defendem a queda de KADAFI, mas não têm, aparentemente, qualquer ideologia política, o que ( certo ou erradamente ) não falta ao líder líbio.

Isso significa que a solução , no caso da Líbia, não deve ser apenas militar, mas também política, o que vai exigir negociações difíceis com alguns dos atuais titulares do poder naquele país.


1 comentário até agora

  1. letacio março 4, 2011 10:30 am

    Pelo andar dos acontecimentos um dos pressupostos das negociações será o abandono do poder pelo cel.KADAFI e seus filhos.

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.