PARA ONDE IRÁ A DIREITA BRASILEIRA ?

É claro que as correntes brasileiras de direita precisam de uma expressão política, e que o DEM não está em condições de sustentá-las, ainda mais quando dele acabam de sair três importantes quadros: KASSAB, prefeito de São Paulo; ÍNDIO DA COSTA, possível futuro candidato a prefeito do Rio e KÁTIA ABREU, representando a região central.

O PSDB, por mais que GERALDO ALCKMIN queira, dificilmente será um partido escancaradamente de direita. Quanto ao PT e o PMDB estão plantados no poder e não devem ser alijados dele tão cedo, não precisando do apoio da direita.

O novo PSD deverá crescer, portanto, como o partido da direita no Brasil. O DEM, ou o partido que o substitua, será uma espécie de UDN, sem esperança de golpe. O PSDB talvez se transforme numa UDN liberal.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.