CUBA: UMA OPORTUNIDADE PARA EMPRESAS BRASILEIRAS

Está em curso o VI Congresso do Partido Comunista de CUBA, presidido por RAUL CASTRO,  no qual cerca de 1.000 delegados vão discutir as propostas do governo de promover reformas econômicas e políticas no País, necessárias para superar os fracassos anteriores que ameaçam, segundo muitos crêem, a própria sobrevivência do Estado cubano.

A exemplo do que aconteceu no Vietnam, há 25 anos atrás, não se fala em substituição do sistema socialista anterior por um outro “capitalista”, mas em “atualização do modelo”, assim como se falava, no caso do Vietnam, em “renovação”.

Acredito que em Cuba será implantado um regime “socialista de mercado” que se caracteriza pelo fato de empregar a moeda, largamente, como uma forma de organizar a conduta das pessoas na sociedade. Não se trata, com efeito, de uma forma capitalista de vida, com todas as suas características, bem conhecidas: mas de um socialismo em que a lei é substituída pelo dinheiro, mas em que sobrevive uma preocupação com a distribuição da riqueza.

Hoje, como se sabe, o Vietnam está próspero e participa, ativamente, do comércio internacional o que, provavelmente, acontecerá com  Cuba nos próximos anos. Trata-se de uma grande oportunidade para os brasileiros.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.