O FUTURO PRÓXIMO DE BOLSONARO

Quando era presidente da República Bolsonaro chefiava diversas organizações criminosas que floresciam sob a sua proteção: os mineradores ilegais, os madeireiro ilegais, a milicia da zona oeste do Rio, os falsificadores de certificados de vacina, etc. Como era o Chefe do Governo  e exercia o poder Bolsonaro dava uma proteção “institucional” a essas quadrilhas.

Com a derrota na re-eleição, cariam todos na ilegalidade.

Saindo da presidência, Bolsonaro perdeu a aura que o cercava e não tem força militar para dar um Golpe; por outro lado, na ilegalidade, os seus apaniguados não podem agora ajudá-lo. Talvez seja por isso que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, sugeriu que ele, em 2006,  será melhor como cabo eleitoral do que candidato ( afora correr o risco de se tornar inelegível nos processos que tramitam no TSE).

Resta saber se Bolsonaro, além do fascínio que exerce sobre multidões de brasileiros, criou, de fato, uma ideologia bolsonarista. Não há dúvida de que ele é de extrema-direita, que segue o denominado “Tradicionalismo” e agrada às elites financeiras dominantes, Mas essas características consistirão numa ideologia?

Tenho muitas dúvidas sobre a sobrevivência política de Jair Bolsonaro, mesmo como cabo eleitoral. O seu nome poderá vir a ser evocado por candidatáveis, como Tarcísio de Freitas, para atrair votos. Nada mais do que isso.


1 comentário até agora

  1. letacio maio 4, 2023 6:33 pm

    TODOS OS HOMENS DO PRESIDENTE BOLSONARO talvez produzam nele os danos que TODOS OS HOMENS DO PRESIDENTE NIXON lhe causaram, com a grande diferença que o americano ainda era presidente quando o escândalo o derrubou e Bolsonaro já não é mais, o que torna a sua desmoralização mais fácil. Pode ser, até, que Tarcísio – um desses homens de Bolsonaro – daqui a pouco, prefira escamotear a intimidade dos dois

Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.