ESTARÁ A ARGENTINA ÀS VÉSPERAS DE IMPOR O CURSO FORÇADO DO PESO?

Segundo o Jornal Valor de hoje:

“A Argentina pôs em circulação nesta segunda-feira (22) a nova cédula de 2 mil pesos, a maior em valor nominal, em um contexto de escalada da inflação acelerada. Pela cotação oficial, a nova nota equivalia a US$ 8,20. No paralelo, porém, o valor equivale pouco mais de US$ 4. Em reais, a nova nota vale cerca de R$ 42,43.

Em 1933, o Brasil ainda vivia sob a égide da unidade monetária Mil Réis, atrelado à Libra inglesa, quando Getúlio Vargas implantou o curso forçado do Mil Réis papel. Agora, a Argentina entra no mundo da moeda cujas peças monetárias são multiplicadas por mil vezes o seu valor. Estaremos às vésperas do curso forçado do peso digital?

No tempo de Vargas,  vivíamos uma ditadura, o que não é o caso da Argentina. Em compensação a China está em vias de impor o Yuan como uma divisa internacional, competindo com o dólar, moeda de reserva em que a dívida dos argentinos está atrelada.

Curso forçado do peso, ou não, estamos numa fase em que o sistema monetário sul-americano vai passar por grandes transformações, não só físicas – quando a peça monetária terá suporte digital, os CBDC’s – como de valor. Vamos ver.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.