O DIREITO MONETÁRIO INTERNACIONAL

Embora a moeda seja uma norma nacional, existe um Sistema Financeiro Internacional, ainda não centralizado.

Nesse Sistema Financeiro Internacional, o dólar desempenha um papel central, que foi sendo construído no Século XX, especialmente após o fim da Segunda Grande Guerra, como o demonstra o Historiador brasileiro Maurício Metri, num livro excelente intitulado História e Diplomacia Monetária.

A despeito do papel que desempenha no Sistema Financeiro Internacional, o dólar não tem a validade de moeda internacional, porque não é emitido por um Banco Central Universal, que por ora inexiste. Essa é uma fraqueza jurídica do dólar, uma vulnerabilidade, que está sendo explorada pela Rússia e pela China, que lideram a chamada desdolarização da economia.

Tais matérias são objeto de estudo pelo Direito Monetário Internacional cuja importância, lamentavelmente, parece ser ignorada pelos juristas brasileiros.


Deixe um comentário

Seu e-mail nunca será publicado.